0
Seu carrinho está vazio
Creatina

Creatina: o que é, pra que serve, benefícios, como tomar.

Publicado em 31.03.2022 |
1.634 visualizações

creatina é um dos suplementos com maior número de estudos científicos na área de ciência do esporte, além de ser um dos suplementos mais utilizados por atletas que buscam ganho de peso, massa muscular e também performance.

Utilizado por atletas amadores e profissionais, para diversas finalidades como ganho de massa muscular, força e otimização da recuperação de energia, tem segurança e eficácia garantida. Para que seu uso seja otimizado, iremos falar tudo sobre esse poderoso suplemento.

O que é Creatina?

A creatina é um composto de aminoácidos que conquistou atletas e praticantes de atividades físicas, em especial aqueles que praticam exercícios de alta intensidade, já que o seu efeito ergogênico oferece uma série de benefícios para a melhoria no desempenho físico. É um nutriente natural e de origem animal.

A creatina é sintetizada no fígado, pâncreas e nos rins a partir de alguns aminoácidos (glicina, arginina e metionina).

No organismo, 95% do nutriente são armazenados nos músculos, enquanto os outros 5% distribuem-se no cérebro e, no caso dos homens, nos testículos. O fígado de um adulto saudável sintetiza aproximadamente 1g de creatina diariamente, e uma dieta variada fornece aproximadamente 1g para o organismo. O fato de a maior parte da creatina ficar concentrada nos músculos é o que torna este o suplemento ideal para otimizar o desempenho físico.

Pra que serve a Creatina?

Tendo em vista que a creatina é essencial para o processo de transformação de ADP em ATP, a suplementação desse nutriente atua na otimização de energia durante o treino, evitando que a fadiga seja atingida rapidamente. Além disso, a creatina proporciona grandes efeitos sobre a hipertrofia muscular, já que o nutriente estimula a proliferação de células satélites e promove a retenção de água intracelular (dentro do músculo), o que aumenta o volume das células e, consequentemente, o músculo se torna maior.

A creatina tem diversas funções, como no ganho de força, aumento no volume muscular, ganho de massa muscular e melhora na recuperação pós-treino. Os estoques de creatina são fundamentais para esforços de alta intensidade, presentes em programas que envolvam treinamento de força, potência e velocidade. Esses esforços são fundamentais para atletas que desejem melhorar sua performance ou aumentar o peso corporal e o ganho de massa muscular.

Ou seja, atletas e praticantes de musculação, crossfit, treinamento funcional, artes marciais, alta performance, atletismo, esportes de endurance e esportes coletivos são beneficiados diretamente pela suplementação de creatina.

Mais do que isso, a creatina é capaz de manter o nível de glicogênio no sangue mais alto do que apenas com a ingestão de carboidratos. Por fim, quem recebe uma carga de creatina é capaz de se recuperar mais rapidamente das lesões musculares provocadas pelos treinos. Para aqueles que não praticam atividades físicas, a creatina também demonstra-se benéfica. O nutriente mantém o cérebro mais ativo por mais tempo e o protege contra os efeitos de concussões. Além disso, a creatina atenua consequências do envelhecimento.

Benefícios da Creatina

  • Aumento de força e potência: a creatina age como uma reserva de energia a curto prazo, beneficiando o rendimento do atleta durante o treinamento. O produto aumenta os níveis de energia nos músculos, aumentando a força e a potência.
  • Fortalecimento dos ossos: a ingestão da creatina, unida a constantes treinamentos, fortalece toda a estrutura óssea corporal. Com o avanço da idade, o indivíduo vai sofrendo um enfraquecimento ósseo, e esse produto evita ao máximo essa questão.
  • Melhora o funcionamento do metabolismo: o uso de creatina torna mais fácil o processo de transformação do açúcar em energia no nosso organismo. O produto melhora o funcionamento do metabolismo, favorecendo a perda de peso e o ganho de massa magra.
  • Diminuição da fadiga: a fadiga muscular é um dos principais problemas para quem tem a hipertrofia como objetivo. A creatina age combatendo os sintomas de estresse e cansaço, melhorando o desempenho do atleta durante os treinos.
  • Aumenta a capacidade de trabalho do músculo;
  • Aumenta a eficiência de síntese proteica;
  • Aumenta o ganho de massa magra;
  • Melhora o desempenho de força;
  • Melhora a função cognitiva;
  • Previne a redução de massa muscular em idosos;
  • Fornece energia;
  • Acelera e fortalece a recuperação muscular;
  • Colabora para o aumento de massa magra.

Como tomar?

A creatina tem efeito crônico e não agudo, ou seja, o efeito é ao longo do tempo e não no momento do consumo, pois ela fica armazenada nas células, e só começa a apresentar os reais benefícios em aproximadamente 4 semanas após o começo do uso, que é quando ocorre a saturação e a célula fica "cheia" de creatina. O mais importante é a ingestão contínua e diária, independente se você vai treinar no dia ou não, assim, a creatina pode ser utilizada em qualquer momento do dia.

A sugestão de consumo, de acordo com a Anvisa, é de 3g de suplemento diário - lembrando que o corpo e a dieta variada são responsáveis por outros 2g. A maneira mais indicada para consumir o suplemento é juntamente com alguma refeição, em especial com alimentos fontes de carboidratos e proteínas, que beneficiarão o treino. A ingestão de creatina também pode ser feita em conjunto com o whey protein.

Cookies
X

Este site utiliza cookies para te proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar navegando, você aceita nossa Política de Privacidade.